não sinto, não sou

a parede nua e fria
e um risco na parede
rasgando teu nome
gritando teu corpo
...
meu sangue frio
e um trovão na janela
relâmpago que parte meu ser
não sinto, não sou

Um comentário:

Sono

A sombra da noite persegue meu dia soca meus olhos beija meu corpo afaga meu ego e se desfaz