Homem Livre



O que mais me cansa
É a máscara que tenho de vestir
Para ser quem não sou
Nem nunca serei, até despir-me
De mim mesmo
E ser apenas pássaro, vento, brisa...

Nonsense




O medo
Cala meu grito
E bebo
Cevada de litro

Cedo não acordo
Na cama fico
De tudo discordo
E a manada sigo

Novo livro: Estranhamentos

Amigos e amigas, hoje é um dia muito especial!! Finalmente chegou o tão esperado novo livro ESTRANHAMENTOS! Mais um sonho realizado! ...