Bordas do Azul

tudo azul e eu aqui
entre paredes tomando banho de sol
matei-me
aquele que já não sou
...
já sou outros
em outros tempos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Poeta e a Palavra