1.10.10

O Amor e o Tempo



As paredes com o tempo,
O sol, a chuva, o vento...
Vão perdendo toda a cor.
Será assim também o amor?

Não. O amor não é morto e frio
Como as paredes. É porto e rio,
Sempre o mesmo e sempre jovem,
Novas cores no coração do homem.

Um comentário:

  1. Olá!
    Bom dia.
    Vim agradecer a visita e aproveitei para ler sua poesia,por sinal muito bonita.
    Parabens.
    ISA

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...