O Poeta Não Morreu




Trabalho palavras
Que nem lavrador
Rasgando suas lavras
Em versos de amor

01/06/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sono

A sombra da noite persegue meu dia soca meus olhos beija meu corpo afaga meu ego e se desfaz