CONSTATAÇÃO


Eu não aguento
Eu fico louco
E me arrebento
Daqui a pouco


Por um momento
Sinto-me oco
Não há talento
Sou um toco


Poema originalmente publicado no livro Gritos de Liberdade, Papel & Virtual Editora, Rio de Janeiro, 2003.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sono

A sombra da noite persegue meu dia soca meus olhos beija meu corpo afaga meu ego e se desfaz