9.6.06

O Velho e o Teto

...............................................Como se o tempo
durante a noite
...............................................ficasse parado junto
...............................................com a escuridão e o cisco
...............................................debaixo dos móveis e
...............................................nos cantos da casa
...............................................prendendo poeira e picumãs


...............................................Como se o vento
durante o sono
...............................................trouxesse de volta o tempo
...............................................e soprasse um sonho
...............................................já velho de meninice


...............................................Como se o relógio
amarelado na parede
...............................................não tivesse pressa
...............................................e gemesse seus segundos
...............................................à espera da aurora
.
Poema que compus completando o poema do Ferreira Gullar (em itálico) para participar de uma promoção do do PortalLiteral, porém meu texto não foi selecionado.

4 comentários:

  1. Obrigada pelo link!!!
    Beijinhos meu amigo!

    ResponderExcluir
  2. , como se as horas amarelassem dia a dia. & sonhasse um sopro...

    |abraços meus|

    ResponderExcluir
  3. No amar-ela há uma surpresa para si!
    Abraços da Dani

    ResponderExcluir
  4. E na escuridão da noite que a saudade ultrapassa nossos limites...mas continuamos nosso caminho na busca da nossa lenda pessoal...transpondo as barreiras da realidade...E sendo por nossos maiores descaminhos é que simplesmente encontramos nosso destino!
    beijokinhas , Marli

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...