28.5.06

quanto tempo

faz tempo não escrevo um poema
jaté perdi o manejo da pena...
e ando vagando por aí
como pássaro sem asa
...
mas quem sabe um dia...
nunca se sabe a gente
quando pinta aquela íntima vontade
de se tirar toda pena

4.5.06

deserto

masco um adjetivo
conjugo um verbo entre meus dentes
e um substantivo rasga minha garganta

já fui poeta de cantar amor
hoje já não canto nado
o mais profundo deserto de mim mesmo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...