11.2.06

Hábito

Habito solitário
e quando chego em minha toca
ponho todos os meus rabos pra dentro
e depois abro as portas dos meus livros
e as palavras pulam, cantam, gritam, gozam...
sussurram em meus ouvidos
seus sólidos segredos
e tomam conta da casa toda
ultrapassam as paredes como fantasmas
tiram a minha roupa
se atrevem a entrar sob meus cobertores
e me acariciam como lajotas, tijolos, blocos e pedras
até que eu durma
em paz
sem palavras
sem
pa
la
vras

2 comentários:

  1. Você é simplesmente... o máximo... sente, chora, ri, sofre e renasce simplesmente...essa é a sua magia.. A magia do poeta... do talento que esta enraizado em suas palavras e como segredo transmite em seus poemas...
    Essa é a magia da vida!
    Um super beijo
    Marli

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...