28.1.06

O Sonho

madrugada
e o silêncio noturno
pesando sobre a pupila dilatada
...
e o corpo jogado no leito
coberto de pêlos e sonhos
insiste em viver
...
é um resto de corpo que existe
prendendo uma alma já de partida
...
quem vê pensa que é gente
quem sente acha que é vida
...
mas é uma alma vagando perdida
entre o que já foi e será

3 comentários:

  1. Estava pesquisando comunidades sobre revisores de texto no Orkut e vi o endereço do seu blog. Aliás, o nome me chamou a atenção. Você escreve há muito tempo? Um abraço. Até mais.

    ResponderExcluir
  2. Nunca vou esgotar meu vocabulário a comentar os teus poemas, eles
    provocam as melhores emoções em mim, que nunca esgotarão!
    São muitas, e muito intensas.
    Obrigada!
    Amei!

    Um beijinho,Marli

    ResponderExcluir
  3. e pensar q tem tanta gente vivendo assim...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...