30.1.06

Campos e Espaços

a Haroldo de Campos


As folhas são flores
em campos pedregosos
em espaços solitários

As flores são folhas
em campos verdejantes
em espaços ocupados

A folha pálida angustia
o poeta arquiteto
incompleto
co-reto
na concreta poesia
de concreto e pedra
lapi(s)dada
pela calejada mão
do pedreiro inconformado
com as paralelas linhas infinitas...

A folha pálida contagia
o poeta exato
de palavras curtas
de versos sólidos
e sentimento abstrato

A folha pálida desafia
o poeta inexato
sem palavras bonitas
numa oficina de signos
em que habita sensato e único

2 comentários:

  1. Amiguinho...lindo poema...bem, tudo que o poeta compõe... carrega sentimentos arquitetados por ele...transformados em alimentos para ... o eu... o ego...a alma... de quem lê ... modificando campos solitários em espaços ocupados... monitorados pelo coração....
    * • (¨`•.•´¨) ♡ •*´Beijinhos..carinhosos.
      ¨`* • `•.¸(¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`* • ♡ × `•.¸.•´ ♡ ☆ Marli*☆

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...