3.9.05

Poema Sem Nome



É duro quando a palavra é seca
não diz o que a alma sente
e o silêncio é maior que tudo
e não há outros olhos para olhar
só a tela de um computa-dor

conto os minutos
e a vida passa bem depressa
quando vejo já é amanhã
e estou sozinho em plena madrugada
a sonhar o dia que está por nascer

mas outras vezes eu durmo
e meu sono é quase uma morte
de manhã acordo com vontade de ficar
a cama é tudo que tenho de bom na vida
o mundo é só um sonho frustrado

um monte de teclas sob meus dedos
que deslizam secamente pelo teclado
a dizer qualquer coisa e que se dane
porque não há a explicação da vida
há apenas o sabdor de viver

3/09/2005

2 comentários:

  1. Maravilhoso!!!
    "Nossos sonhos vão muito além de nossas expectativas, mas o que importa mesmo é poder sonhar, pelo menos isso nos é permitido, tentar realizá-los, é mais que um objetivo - é um sonho."

    *´¨) O sonho de sermos felizes!
    ¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨) bjs, Marli
    (¸.•´ (¸.•` *

    ResponderExcluir
  2. OLÁ....MIGUXO LINDUUUUUUUUU...ADOREIIIIII SEU BLOG, MT BAUM DEMAIS SO....HEHEHE,,,ADOREI ESSE POEMA SEM NOME,,UHAUAHUAH....DEMAIS...QUERO MAIS...MAIS MAIS....VIU MOÇO....PARABENS MEU LINDO POETA....TE ADOROOOOOOOOOOOOOOO.....BEIJOKINHAS NA PONTINHA DO NARIZ!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...